Produção Audiovisual: O Novo Vídeo Institucional

Dentro do universo da produção audiovisual, o vídeo institucional é uma peça publicitária que transformou-se ao longo dos anos. Primeiramente, seu formato mudou. Há trinta anos atrás ele era um vídeo de 20 minutos gravado em uma VHS.  Há 10 anos atrás era um vídeo de 10 minutos prensado em um DVD. Hoje, o vídeo institucional é uma peça cada vez mais curta acessável na internet, consumida por um público que também mudou.

Mas, antes de tudo, e o tempo de duração?

O tempo do espectador ficou escasso e forçou as ideias a comprimirem-se e as narrativas a serem objetivas. E portanto, demandou criatividade cada vez maior dos realizadores.

E ainda falando em público, foi-se o tempo em que um vídeo institucional produzido B2B permanecia nesta esfera. Com as possibilidades da internet, os filmes antes dirigidos a parcelas mais específicas de público começaram a ter de conquistar o público em geral. Neste ínterim, nem sempre a força e identidade de uma marca é construída apenas por aqueles que a consomem, afinal, todos são público e todos são críticos.

E dentro deste universo, dinamismo e assertividade são, principalmente, palavras de ordem.

E nesta miscelânea de formatos em que dividimos o audiovisual, a liberdade em linguagens e abordagens impacta a produção de vídeos, conferindo inovação e apuro técnico crescente nas novas demandas.

O storytelling hoje é a abordagem que consegue de maneira mais eficaz conquistar uma grande parcela do público. O storytelling insere a marca dentro de um contexto palpável ao espectador. Pois este contexto está relacionado a histórias de vida, muitas vezes com emoção ou humor.

Separamos um punhado de vídeos institucionais com diferenciais criativos que, seja na técnica ou na linguagem, que de tal forma se sobressaíram e assim viraram hits do formato.

Pegue a pipoca e vamos aos filmes!

 

Primeiramente, um clássico absoluto. Em um plano-sequência o ator Robert Carlyle e um roteiro fantástico dão uma aula de storytelling ao trazerem a luz a história da marca Johnny Walker.

 

 

Neste segundo vídeo o Shopify criou um storytelling a partir de videocases relacionadas a plataforma, com linguagem fílmica e ótima montagem.

 

 

Um mini-documentário bem humorado foi a solução do Slack para se comunicar de forma irreverente com seu público-alvo.

 

 

Certamento não podemos deixar de fora a animação gráfica. Pois sabendo que menos é mais, a Practitus produziu esta bela produção, minimalista mas que engaja sos públicos com muita eficiência:

 

 

A Code.org criou um vídeo de depoimentos que consegue, principalmente, com muita qualidade, a despeito de sua duração, engajar. De tal forma que vale o tempo empregado para a visualização.

 

 

E aqui a Dissolve, que vende banco de imagens, fez uma brincadeira com todo o conceito de filme corporativo ao montar esta colcha de retalhos com seu próprio produto enquanto material ¨institucional¨:

 

 

A Cinematográfica

Criar e produzir um vídeo institucional pode não ser um exercício simples de enumeração de características, qualidades e estrutura de uma marca ou empresa. Mas pode e deve, enquanto ambicionar patamares maiores, ser uma peça que ouse inovar em ideia, linguagem e estrutura. E isso é o que sempre buscamos aqui na Cinematográfica: produzir um filme único. Conheça nosso portfólio em extensão e fale conosco.

 

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no print
Print
Compartilhar no email
Email